Poderia começar dizendo que rapadura é doce mais não é mole não, que a única certeza da vida é a morte, que preto é preto e branco é branco, que 1+1=2. Mas quem não gosta de samba bom sujeito não é? Plagiando Sócrates, só sei que nada sei é válido pra você?

Pra tudo parece existir um manual. Googla ai na próxima aba como cozinhar um bolo de chocolate, tenta também 10 dicas para ter felicidade plena. Difícil encontrar sua própria receita quando o mundo inteiro parece já ter certeza de como deveríamos viver.

estrada

Eu sou adepta da ideia de que a única certeza é que não tenho certeza de nada. 1+1 as vezes é zero e as vezes sensacionalmente da 1, as vezes 2. Certo pode ser errado e louco mesmo é quem consegue ser “normal” nesse mundinho de meu deus. De meu Deus? Ih… e existe Deus? e existe mundinho?

Parafraseando o facebook: As vezes o silêncio vale mais que as palavras – e as vezes não. As vezes vale mais um pássaro na mão – e as vezes não. As vezes é preciso se perder – e as vezes não. As vezes é preciso amar – e as vezes não. As vezes nem mesmo foi Clarice Lispector que escreveu – e as vezes foi.

Anos e anos discutindo o sentido da vida, o amor, a felicidade, mas nem mesmo Freud explica, ele apenas supõe. Então quem é você pra ter tanta certeza assim? Quem é você pra ter certeza das certezas dos outros? Quem é você? E quem sou eu pra duvidar da sua certeza? Quem sou eu?

Não existe receita e a única receita é essa. Cozinhe devagar.

Share.

About Author

Marco Zero

Post escrito por mais de um colunista, um parceiro convidado, ou um artigo enviado por um de nossos leitores. Para colaborar conosco, ou sugerir alguma pauta, basta enviar um e-mail para contato@marcozero.rec.br.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/marcozer/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273