Pegando carona no evento Circuito Gastronômico de Terreiros que acontecerá neste domingo, 29 de março, promovido pelo Táxi Cultural, fiz uma entrevista com o idealizador do projeto, Mauro Lira. Com um currículo diversificado adquirido ao longo de 20 anos, em marketing cultural, projetos educativos, sociais e de entretenimento, Mauro Lira utilizou-se de toda essa experiência para lançar o projeto que se propõe a promover e organizar roteiros de turismo cultural, criativos e de vivência. Na entrevista abaixo, Mauro nos conta sobre como o projeto funciona, os desafios que enfrenta e sobre como nós podemos participar.

11084233_978241418860233_6368079532239761317_o

Na foto,  Mãe Valda | Fonte: fanpage Táxi Cultural

Marco Zero: Como surgiu a ideia do projeto Táxi Cultural?
Mauro Lira: Táxi Cultural atua na promoção de roteiros de turismo cultural, criativo e de vivência que valorizem e deem visibilidade à enorme diversidade refletida pelos Pontos de Cultura e organizações culturais populares espalhadas pelo Estado de Pernambuco, contribuindo para a sustentabilidade dos grupos.

Este projeto que já vinha se estruturando há dois anos e em janeiro de 2013 foi responsável pela organização da programação do Lado “C” (Comunidades) da 8ª Bienal de Arte & Cultura da UNE, com enorme repercussão. Agora, parte definitivamente com força para inovar nesta atividade, sendo pioneiro e propondo articular e preparar todos os envolvidos em um processo colaborativo de construção efetiva desta opção de turismo que é também de intercâmbio cultural.

No entanto, estão contemplados nos roteiros do Táxi Cultural também espaços consolidados como museus, centros culturais, casa de shows, entre outros, dentro da perspectiva de se ampliar tanto a compreensão do amplo espectro da criação artística e cultural bem como de oportunizar o acesso a elas. Somos, portanto, não apenas um “táxi”, mas a vontade de conhecer, coletivamente, mais e mais esse mundo que nos rodeia!!! Trabalhamos com van, micro ônibus e também com roteiros personalizados.

A partir da necessidade de ampliar os roteiros de visitação turístico-culturais no estado de Pernambuco. Querendo apresentar Pernambuco como o Estado que, além das belas praias, oferece também um produto diferenciado, como opção de turismo cultural. Vamos oferecer o maior bem patrimonial que temos: a nossa cultura.

10849762_1007792549237370_4595232210328661853_n

Na foto, Táxi Cultural levou o Prêmio Brasil Criativo 2014 na categoria Culturas Populares | Fonte: fanpage Táxi Cultural

MZ: Quais os desafios que vocês encontram para colocar o projeto em prática.
Mauro Lira: Nós não temos a prática de utilizar a nossa cultura como possibilidade de troca de experiências, e isso é um desafio. O projeto propõe um movimento novo e por isso com grandes desafios pela frente. Inclusive sobre o entendimento do processo do projeto.

MZ: Qual roteiro que vocês fizeram que teve o maior número de pessoas interessadas?
Mauro Lira: O maior evento que fizemos foi o receptivo da Bienal de Arte e Cultura da UNE, no ano de 2013. Oferecemos à 500 alunos as várias possibilidades de roteiros de imersão em Recife.

537796_552942104723502_612137296_n

Na foto, Táxi Cultural e a imersão na Ilha de Deus | Fonte: fanpage Táxi Cultural

MZ: De onde surge a ideia dos roteiros?
Mauro Lira: A partir da Rede de Pontos de Cultura. Fui coordenador da Rede na Regional Nordeste do Ministério da Cultura e depois na Fundarpe e assim tive contato com esse grupo autônomo que cobra e colabora na difusão de politicas públicas de incentivo a cultura.

MZ: Você já se surpreendeu, de alguma maneira, com a realização de algum desses roteiros?
Mauro Lira: Todos são muitos legais e interessantes, na medida que você promove as várias possibilidades que o projeto oferece, principalmente quando são roteiros ligados a sustentabilidade da economia local.

MZ: Dentro do contexto pernambucano, de grande efervescência e diversidade cultural concomitantemente a discussão do uso e valor do espaço público, você acredita que projetos como o Táxi Cultural seria um convite à população a conhecer, ou mesmo reconhecer, a cidade do Recife e todo o estado?
Mauro Lira: Sim, os próprios Recifenses não conhecem a sua casa. O desafio é exatamente esse, promover ações que visibilizem esses roteiros apresentados pelo Projeto Táxi Cultural.

MZ: Sobre o Circuito Gastronômico de Terreiros, de onde veio a ideia de fazê-lo?
Mauro Lira: O Circuito é uma ação do projeto que permite que os visitantes entendam os terreiros como contribuição para a Cultura Pernambucana, visto as grandes ações culturais promovidas pelos terreiros , inclusive a gastronômica.

MZ: Quais os próximos circuitos que serão elaborados por vocês e como podemos participar.
Mauro Lira: Em breve lançaremos um site onde teremos todos os serviços oferecidos pelo projeto. Nesse momento você pode saber mais através da página no facebook Taxi Cultural.

 

Ficou interessado em participar do Circuito Gastronômico de Terreiros, veja a programação abaixo:

10835431_970281196322922_421654907247830066_o

Share.

About Author

Marco Zero

Post escrito por mais de um colunista, um parceiro convidado, ou um artigo enviado por um de nossos leitores. Para colaborar conosco, ou sugerir alguma pauta, basta enviar um e-mail para contato@marcozero.rec.br.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/marcozer/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273